De acordo com a agência de notícias Associated Press, alguns membros da caravana proveniente do México, que chegaram na segunda-feira à fronteira com os Estados Unidos, já submeteram o pedido de proteção junto dos responsáveis da fronteira mais movimentada do país, contrariando o aviso de que a infraestrutura teria atingido a sua capacidade.

A agência de alfândegas e proteção de fronteiras dos EUA não divulgou quantos processos foram admitidos até ao final do dia de segunda-feira, mas o organizador do projeto Pueblo Sin Fronteras, Alex Mensing, deu conta de pelo menos oito.

A caravana com centenas de migrantes da América central, proveniente do México, foi impedida de entrar nos Estados Unidos depois da fronteira de San Diego “ter atingido a capacidade máxima”, anunciaram na segunda-feira as autoridades.

Momentos antes da chegada dos migrantes, no domingo, as autoridades declararam que os serviços fronteiriços não seriam capazes de aceitar, por enquanto, mais pedidos de asilo.

“Neste momento, atingimos a capacidade no posto de entrada da San Ysidro (…) “Estes migrantes deverão esperar no México, enquanto os funcionários trabalham para processar os pedidos de todos aqueles que já estão dentro de nossas instalações”, disse o comissário Kevin McAleenan, em comunicado.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.