Autor do romance “A morte de um apicultor”, Lars Gustafsson tinha sido este ano distinguido com o Prémio Nonino, em Itália, em janeiro, e o Zbigniew Herbert Prize, da Polónia, em março passado.

Nascido em Västerås, no centro da Suécia, em 1936, publicou o Seu primeiro livro, "Vägvila", em 1957, a que se seguiu "Poeten Brumbergs sista dagar och död", em 1959, que o autor considerava a sua verdadeira estreia literária.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.