"Será uma manifestação pacífica, mas ruidosa, com apitos, megafones e muitas palavras de ordem para sensibilizar a população e mostrar a nossa indignação pelo facto de, em pleno século XXI, Ponte de Lima continuar a realizar espetáculos bárbaros", adiantou o porta-voz do movimento cívico, Pedro Silva.

O ativista antitouradas referiu que a realização do protesto, entre as 16:30 e as 19:00 foi comunicado à Câmara Municipal de Ponte de Lima, sendo que a mobilização de participantes na ação está a ser feita através das redes sociais, numa página intitulada "Ponte de Lima Sem Tauromaquia", criada em 2014.

O espetáculo tauromáquico anunciado para domingo vai decorrer às 18:00 numa arena amovível instalada no recinto da Expolima, numa organização da Associação Concelhia das Feiras Novas.

As corridas de touros regressaram ao programa das Feiras Novas, em 2014, depois de oito anos de interregno.

O espetáculo tauromáquico anunciado para domingo vai decorrer às 18:00 numa arena amovível instalada no recinto da Expolima, numa organização da Associação Concelhia das Feiras Novas. O cartel integra os cavaleiros Tito Semedo, Filie Gonçalves e a cavaleira praticante Soraia Costa.

Os forcados amadores de Lisboa e Coimbra vão lidar seis touros da Ganadaria de São Torcato.

Contactada pela agência Lusa, o presidente da Câmara de Ponte de Lima, Victor Mendes afirmou ter sido informado da realização do protesto, escusando-se a fazer comentários sobre o assunto. Já a presidente da Associação Concelhia das Feiras Novas, Ana Maria Machado, disse esperar "civismo" por parte dos organizadores da ação.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.