Ferro Rodrigues, que termina hoje uma visita oficial de dois dias à Grécia, defendeu junto do Presidente grego, Prokópis Pavlópoulos, "a necessidade de uma Europa mais forte e de uma maior cooperação entre os estados-membros durante situações de emergência, como aquelas que se viveram recentemente em Portugal, com os trágicos incêndios de junho e de outubro".

O presidente do parlamento português encontrou-se também com o primeiro-ministro grego, Aléxis Tsípras, e, de acordo com informação do gabinete de Ferro Rodrigues, ambos abordaram os "desafios semelhantes nos últimos anos" enfrentados pelos dois países.

As consequências sociais desses desafios foram igualmente abordadas, segundo a mesma fonte, que adiantou que os dois responsáveis concordaram que tanto Portugal como a Grécia não perderam "de vista os valores que devem orientar uma Europa Social, como a solidariedade".

O "bom momento" das relações bilaterais foi sublinhado por Ferro Rodrigues, de acordo com a mesma informação do seu gabinete.

Com o presidente Prokópis Pavlópoulos, houve "similitude de pontos de vista em temas críticos como a situação dos refugiados e da segurança no Mediterrâneo ou a importância de um pilar social no projeto europeu".

Ferro Rodrigues sublinhou a convicção de que "há margem para reforçar, ainda mais, as já excelentes relações entre a Grécia e Portugal".

A visita oficial do presidente do parlamento português à Grécia resultou de um convite do presidente do parlamento grego, Nikolaus Voutsis.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.