“Não é o PIB de um país que faz com que um país seja civilizado ou não civilizado”, disse Miguel Albuquerque discursando na segunda edição da Feira de Economia Social e Solidária da Madeira, que visa envolver um conjunto de parceiros e instituições em projetos na área social.

O líder madeirense argumentou que "o crescimento económico não tem sido acompanhado por uma distribuição justa do rendimento, nomeadamente nas sociedades anglo-saxónicas”.

Segundo Miguel Albuquerque, “o aumento da produtividade não tem reflexo no rendimento das famílias, que está estagnado há 20 anos”.

O chefe do executivo regional madeirense considerou que o Estado social “foi uma conquista” e que a economia social “vai ter grande relevância no futuro das nossas sociedades”.

Miguel Albuquerque inaugurou também hoje uma nova unidade hoteleira na cidade de Santa Cruz, um imóvel reabilitado e requalificado, composto por 24 unidades de alojamento, salientando que o “investimento está a ressurgir em grande força na Madeira”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.