Uma porta-voz da organização, Oana Lungescu, afirmou hoje que o secretário-geral da NATO, Jens Stolenberg, “está absolutamente confiante no facto de que a nova administração norte-americana vai manter-se comprometida com a NATO”.

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO, na sigla inglesa) recordou também uma declaração do secretário-geral da Aliança, Jens Stoltenberg, datada de 6 de dezembro.

Ele está “ansioso de trabalhar com o presidente eleito Donald Trump e a sua equipa de segurança nacional”, acrescentou Lungescu num curto comunicado.

As declarações de Donald Trump, após a publicação de várias entrevistas a jornais europeus no domingo, foram interpretadas como uma aproximação ao presidente russo, Vladimir Putin.

Ao mesmo tempo, Trump voltou a criticar a Aliança Atlântica.

“Já disse há muito tempo que a NATO tem problemas”, disse o presidente eleito dos Estados Unidos numa entrevista publicada no The Times, no Reino Unido, e no Bild, na Alemanha.

“Em primeiro lugar, (a NATO) é obsoleta porque foi delineada há muitos anos. Em segundo lugar, os países não estão a desempenhar o papel que devem cumprir”, disse Trump nas entrevistas publicadas no domingo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.