Trata-se um franco-tunisiano, de 31 anos, morador de Nice, cujo documento de identificação foi encontrado no interior do veículo, escreve a AFP. "Há várias operações em andamento na manhã desta sexta-feira, sobretudo em Nice", acrescentaram as fontes citadas pela agência.

O ataque em Nice, sul de França, fez pelo menos 84 mortos e 18 feridos continuam em estado considerado crítico, segundo um novo balanço do Governo francês.

Um homem lançou um camião de 19 toneladas sobre uma multidão na avenida marginal da cidade de Nice, a Promenade des Anglais, que na quinta-feira assistia a um fogo-de-artifício para celebrar o feriado nacional de 14 de julho, que evoca a Tomada da Bastilha.

As autoridades francesas consideram estar perante um atentado terrorista e o Presidente francês, François Hollande, anunciou o prolongamento por mais três meses do estado de emergência que vigora no país desde o ano passado.

Hollande decretou três dias de luto nacional, anunciou o primeiro-ministro Manuel Valls, acrescentando que um projeto de lei para prolongar até final de outubro o estado de emergência vai ser apresentado na quarta e quinta-feira ao parlamento.

A autoria do ataque ainda não foi reivindicada.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.