“Atendendo à complexidade da situação e que se altera rapidamente, o Ministério dos Negócios Estrangeiros, por medida de precaução, não vai aceitar novos pedidos de licenças de exportação de materiais de defesa e de materiais de múltiplos usos (…) para a Turquia até nova ordem”, declarou a chefe da diplomacia norueguesa, Ine Eriksen Soreide.

“De momento estamos a rever todas as licenças em vigor”, acrescentou numa mensagem enviada à agência noticiosa AFP pelo seu gabinete.

A Turquia desencadeou na quarta-feira uma ofensiva contra as forças curdas do nordeste da Síria, aliados dos ocidentais no combate ‘anti-jihadista’, suscitando uma vaga de críticas internacionais.

A Finlândia, que ao contrário da Noruega não é membro da NATO, também anunciou na quarta-feira a suspensão de todas as exportações de armamento em direção à Turquia ou outro país envolvido na guerra.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.