Em comunicado, a ASAE adianta que, na sequência de uma operação de fiscalização, deteve até meio da tarde nove pessoas, em flagrante delito, em Leiria, Marinha Grande, Almada e Lisboa, tendo sido “instaurados nove processos-crime pela prática de especulação na forma tentada e venda irregular de bilhetes”.

“Foram apreendidos 18 bilhetes/títulos de ingresso, que se encontravam à venda através da Internet, a atingir valores de lucro de 700% acima do valor facial”, refere a ASAE.

Os detidos, entre os quais um menor de 17 anos, foram identificados e constituídos arguidos com termo de identidade e residência até serem presentes a tribunal para julgamento.

A ASAE alerta os consumidores para evitarem a aquisição de bilhetes acima do seu valor oficial, uma vez que essa venda constitui um crime de venda irregular de bilhetes, punido com pena de prisão até três anos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.