“O meu futuro político acabou aqui. Ponto final parágrafo”, respondeu o líder social-democrata após ter exercido o seu direito de voto na eleição que decidirá quem será o seu sucessor, se Luís Montenegro ou Jorge Moreira da Silva.

Garantindo estar “bastante mais tranquilo do que noutras ocasiões”, Rui Rio anunciou que “daqui por um mês” se libertará “completamente de uma série de responsabilidades” e que sai de “consciência tranquila”.

Questionado sobre se, neste tempo que falta até cessar funções, vai conseguir conciliar o descanso com o trabalho, respondeu afirmativamente, precisando que o “mais desgastante não era ser deputado, mas ser presidente do partido” e que o será por “pouco mais tempo”.

Rui Rio contornou a pergunta sobre a falta de um debate político entre os dois candidatos à liderança do partido, preferindo esperar que o PSD “continue a crescer” após o resultado eleitoral de hoje.

Até às 17:00, segundo informação do partido, tinham votado “cerca de 30% dos 1.074 militantes do Porto inscritos”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.