O Instituto Nacional de Estatística (INE) vai divulgar hoje os primeiros resultados dos Censos 2021, cujas respostas por via digital ultrapassaram os 99 por cento.

O INE assinala que “a resposta expressiva pela internet contribuiu decisivamente” para que a operação do XVI Recenseamento Geral da População e VI Recenseamento Geral da Habitação - Censos 2021 “decorresse com toda a qualidade, tranquilidade e segurança exigidas face ao contexto de saúde pública do país, ditado pela pandemia da covid-19”.

A fase de recolha dos Censos 2021 – executada por 15 mil pessoas – decorreu entre 5 de abril e 31 de maio e “contou com a participação empenhada da população, permitindo a conclusão da maior parte dos trabalhos apenas seis semanas depois da data do momento censitário (dia 19 de abril)”, destacou o INE.

Sublinhando o “elevadíssimo nível de adesão por parte dos cidadãos”, o INE referiu que “99,3% das respostas da população” chegaram “através de canais digitais”.

Desse total, “o meio mais utilizado foi o do acesso direto das famílias ao website (87,5%), seguindo-se as respostas com recurso à aplicação móvel do recenseador (7,7%) e, finalmente, o preenchimento dos questionários nos ‘ebalcões’ localizados nas juntas de freguesia (4,1%)”, detalha.

Os resultados definitivos dos Censos 2021 só devem ser conhecidos no quarto trimestre de 2022, aponta o INE, adiantando que haverá uma sessão intermédia de apresentação de mais resultados provisórios em fevereiro.

Na sessão de hoje, que contará com a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, os resultados preliminares serão apresentados pelo presidente do INE, Francisco Lima.

Os resultados definitivos dos Censos 2021 só deverão ser conhecidos no quarto trimestre de 2022.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.