A operação envolveu 64 trabalhadores e 13 meios mecânicos, disse o vereador do Ambiente da Câmara de Coimbra, Carlos Cidade, que falava durante a sessão de hoje do executivo municipal.

Esta quantidade de resíduos representa menos que o volume de lixo resultante da edição de 2016 do desfile dos estudantes de Coimbra, do qual resultaram cerca de 30 toneladas de lixo.

Para Carlos Cidade, a diminuição do peso dos resíduos recolhidos este ano deveu-se essencialmente ao facto de não ter chovido, circunstância que faz com que os lixos, designadamente papel, não tivessem absorvido água, cujo efeito se reflete, naturalmente, no seu peso.

Os trabalhos de recolha de lixo e de limpeza das ruas, que começaram a ser desenvolvidos imediatamente a seguir à passagem dos 101 carros alegóricos do desfile, foram executados pelos serviços de limpeza da Câmara de Coimbra e de uma empresa com a qual a autarquia tem contrato de prestação de serviços.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.