De acordo com a nota de imprensa alusiva à reunião do executivo daquela câmara do distrito de Aveiro, foi aprovada a abertura de concurso público para a requalificação da Avenida Nossa Senhora da Saúde (que dá acesso às praias marítimas da Costa Nova), num valor estimado em cerca de 700.000 euros.

“A Câmara Municipal entende que se torna urgente e imprescindível a intervenção nesta avenida, pela intenção de disciplinar o trânsito automóvel, motorizado, ciclável e mesmo o pedonal, dando uma melhor habitabilidade a esta zona, transformando-a num melhor e mais saudável espaço público”, refere o texto.

Com início a norte, na Avenida José Estêvão, até ao cruzamento com a Rua das Campanhas, junto à EB da Costa Nova, a empreitada consiste na construção de passeios, ordenamento do estacionamento, pista ciclável e pavimentação.

Vai contemplar ainda o passeio sul da Rua dos Banhos, a Rua Eça de Queiroz e a Praceta Nossa Senhora da Saúde, numa extensão aproximada de 1.350 metros.

Todas as ligações à praia, bem como aos espaços naturais de dunas, são feitas por esta via, “sofrendo na época balnear uma enorme pressão devido ao grande fluxo de veraneantes, o que torna esta via num espaço de certa maneira desordenado, com prejuízo para os percursos pedestres e clicáveis, sendo, por isso, necessário disciplinar todo este fluxo de pessoas”, reconhece a Câmara.

A requalificação daquela avenida tem como objetivos “promover a ligação pedonal e clarificar o corredor ciclável entre os vários quarteirões, reordenar o estacionamento e combater o estacionamento em zonas não permitidas, e evitar a "invasão abusiva" das dunas.

No que respeita aos peões, além da construção de passeios na avenida, vão ser delimitados os percursos de acesso à praia, com guardas em madeira entre a duna e os passeios e estabelecendo a ligação com passadiços.

O arruamento propriamente dito vai ser perfilado por forma a ser garantida uma via de circulação automóvel no sentido norte-sul, uma ciclovia dedicada com dois sentidos, e o estacionamento automóvel ao longo da via, paralelamente ou em espinha.

 “Esta obra irá permitir que no início do verão de 2021 todos os que se desloquem à praia possam usufruir desta reabilitação urbana com melhor acessibilidade, mobilidade e segurança”, perspetiva a autarquia.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.