Em causa está uma proposta do PSD, hoje votada na Comissão de Orçamento e Finanças e aprovada com o voto contra do PS, abstenção do Chega e Iniciativa Liberal e voto favorável dos restantes partidos.

Além de prever a conclusão da revisão do estatuto daqueles funcionários, com a publicação em Diário da República até ao final de julho de 2020, a iniciativa determina que, no âmbito daquela revisão, deve ser concretizada a “integração, sem perda salarial, do suplemento de recuperação processual” no vencimento dos oficiais de justiça.

A proposta defende ainda que deve ser equacionado um mecanismo de compensação para os oficiais de justiça “pelo dever de disponibilidade permanente, designadamente a atribuição de um regime de aposentação diferenciado”.

Estavam igualmente em votação propostas do BE, PCP e Chega relativas a funcionários judiciais, mas foram todas chumbadas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.