Oh brother, I can't, I can't get through

I've been trying hard to reach you 'cause I don' know what to do

Oh brother, I can't believe it's true

I'm so scared about the future, and I wanna talk to you

Oh, I wanna talk to you

Assim que a Rute Sousa Vasco, diretora-geral da MadreMedia (empresa responsável pela gestão editorial do SAPO24), colocou nas suas redes sociais que, a partir de hoje, o SAPO24 iria passar a ter uma área onde vamos procurar falar com os nossos leitores sobre tudo “isto” que está a acontecer, incentivando todos a partilharem connosco as suas dúvidas e preocupações, mas também a forma como estão (estamos todos) a viver a pandemia do novo coronavírus, o primeiro comentário foi um link para a música “Talk”, dos Coldplay, cujos primeiros versos são reproduzidos acima.

Numa altura em que as incertezas são mais do que o seu oposto, em que muitos de nós não sabemos bem o que fazer, falar pode ajudar. Falarmos, todos, uns com os outros, sobre aquilo que nos atormenta mas também sobre as coisas boas que, apesar de muitas vezes serem relegadas para segundo plano numa altura como esta – mas o que é, afinal, uma altura como “esta”? –, não deixam de acontecer.

Por isso, e porque é importante falar, vou começar por mim.

Hoje nasceu o primeiro bebé de uma mãe infetada com o novo coronavírus. Segundo as notícias que nos chegam, mãe e bebé estão bem, sendo que o teste de Covid-19 feito à criança deu negativo.

Ora, quis o destino que na primavera e verão que se aproximam, este que vos escreve tenha cinco casais amigos que se preparam para ser pais pela primeira vez. Acredito que, para estes cinco casais, ter uma filha (são todas meninas, até ver) no meio de uma pandemia não estivesse propriamente nos seus planos. Mas também acredito que, quando leram a notícia do nascimento deste bebé e do seu estado de saúde, tenham respirado fundo.

Não porque a luta contra a disseminação do vírus tenha terminado (ainda hoje foram confirmados mais 117 casos em Portugal, elevando para 448 o número de infetados com o novo coronavírus), mas porque, no meio de tudo o que tem acontecido, esta não pode ser uma má notícia. Eu respirei fundo por eles. E agora falo disto convosco.

Em Felgueiras, “as pessoas não querem dizer que estão assustadas, mas estão”, conta-nos o Pedro Botelho numa reportagem feita no “ponto zero” da chegada do Covid-19 ao nosso país e publicada hoje no SAPO24.

Estamos assustados, sim. Mas estamos cá – todos – para falar sobre isso.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.