O caso insólito aconteceu no estado do Michigan, nos Estados Unidos.

Escreve a Associated Press que o se homem mudou para a casa dos pais na sequência de um divórcio, em 2016. 

Dez meses depois deixou a casa dos pais e foi viver para Muncie, no Indiana. No regresso este esperava que os seus progenitores lhe entregassem todos os seus pertences. Mas nem tudo voltou às suas mãos. Faltavam as suas 12 caixas de filmes e revistas pornográficos.

O filho de 40 anos não lhes perdoou e ainda tentou envolver a polícia de Ottawa no caso, mas o procurador local decidiu não avançar com uma acusação. "Fiz-lhe um grande favor ao livrar-me de todas estas coisas", disse o pai, revela a publicação que cita um excerto e um e-mail.

O filho quer agora ser indemnizado — e triplicar o valor dos danos — em cerca de 77 mil euros (87 mil dólares).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.