Durante a sua oração no Angelus dominical, o líder da igreja católica expressou a sua confiança na ajuda às vítimas, referindo ter recebido “com dor, as graves consequências provocadas pelo furacão, que, nos últimos dias, afetou o Caribe, em particular, o Haiti”.

“Convido todos a unirem-se à minha oração por estes irmãos e irmãs tão duramente afetados”

O furacão Matthew arrasou o Haiti e provocou, segundo balanços provisórios, entre 336 e mais de 800 mortos.

Até ao momento foram registados 211 feridos e 61.537 deslocados.

Depois de passar pelo Caribe, o furacão dirigiu-se para os Estados Unidos, na zona do estado da Carolina do Sul, no sudeste do país.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.