Francisco declarou que a festa de Maria “Mãe da Igreja” será celebrada na segunda-feira a seguir ao Pentecostes e que este ano cai a 21 de maio, tornando-se assim numa celebração fixa no calendário católico romano.

No decreto, Francisco diz que quer a devoção de “encorajar o crescimento do sentido maternal da Igreja nos pastores, religiosos e fiéis, bem como um crescimento da verdadeira piedade mariana”.

O primeiro papa latino-americano na história da Igreja Católica tem demonstrado uma particular dedicação à piedade mariana e frequentemente refere-se à Igreja como “Mãe”.

Já em 2016, Francisco estabeleceu outro dia de celebração, declarando 22 de julho como a festa de Santa Maria Madalena.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.