"O terrorismo não irá vencer e nós vamos combatê-lo de forma decisiva", afirmou Maria Zakharova,  porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia, citada pela Reuters.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, telefonou ao seu homólogo russo, Vladimir Putin, para o informar pessoalmente do ataque que custou a vida do embaixador russo em Ancara, Andrei Karlov, adiantou também o porta-voz do chefe de Estado turco.

"O nosso presidente da República telefonou ao presidente russo, [Vladimir] Putin, para lhe dar  informações sobre o ataque", declarou Ibrahim Kalin, citado pela agência de notícias pró-governamental Anadolu.

Erdogan já reagiu entretanto publicamente e pela sua voz, classificando o assassínio do embaixador russo como uma "provocação" contre a "normalização" turco-russa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.