Segundo a agência de notícias espanhola EFE, Sánchez disse, em La Palma, tratar-se de um plano “muito forte” e que será aprovado como decreto real no Conselho de Ministros, que se realiza na terça-feira.

Essas ajudas somam-se aos 10,5 milhões de euros para moradias e bens básicos aprovados pelo executivo na semana passada.

O anúncio de mais esta ajuda foi feito durante o regresso a La Palma, onde Pedro Sánchez pretende visitar durante o dia de hoje aqueles que se encontram temporariamente alojados num hotel em Fuencaliente, no sul da ilha.

O vulcão Cumbre Vieja situa-se na ilha de La Palma, uma das que integram o arquipélago espanhol das Canárias, situado no oceano Atlântico, a oeste da costa de Marrocos.

A erupção do vulcão começou em 19 de setembro e obrigou mais de 6.000 pessoas a abandonarem as suas casas.

Até ao momento, não se registaram feridos ou mortos.

A lava destruiu 656 edifícios e cobriu 268 hectares na ilha, de acordo com o sistema de medição geoespacial Copernicus da União Europeia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.