Num ‘briefing’ no posto de comando instalado em Avelar, no concelho de Ansião (distrito de Leiria), perto das 18:00, o responsável referiu que o número de meios a retirar do terreno ainda não está definido, mas admitiu que a diminuição possa ser de cerca de 50%.

“O incêndio continua numa fase de rescaldo e vigilância ativa em todos os perímetros. Tivemos um dia de trabalho com pequenas reativações, facilmente debeladas”, afirmou aos jornalistas.

António Ribeiro afirmou que “grande parte do perímetro de incêndio já não oferece grande risco de reacendimento” e que as zonas que ainda representam algum risco “estão perfeitamente definidas”.

É nestas áreas que estão concentrados os meios.

O fogo que deflagrou em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, e que afetou outros concelhos vizinhos da região Centro, fez 64 mortos e mais de 200 feridos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.