Dos 13 mortos que compõem o balanço ainda provisório, dez pessoas morreram na Carolina do Norte e três outras na Carolina do Sul. O anterior balanço dava conta de oito mortos.

Os ventos fortes e a chuva intensa causaram danos significativos, com várias ruas a permanecerem cortadas por árvores caídas ou postes elétricos arrancados.

O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos baixou hoje de manhã a tempestade Florence para uma depressão tropical, sublinhando, contudo, que “inundações súbitas e grandes cheias continuarão a afetar uma parte muito significativa das duas Carolinas”.

Hoje de manhã, pelas 05:00 locais (cerca das 10:00 em Lisboa), os ventos enfraqueceram para velocidades de 56 quilómetros por hora.

As autoridades encontram-se ainda a tentar ajudar habitantes que estão presos pelas inundações.

O furacão Florence, que inicialmente atingiu a costa sudeste dos Estados Unidos, foi perdendo intensidade, transformando-se em tempestade tropical e, hoje, em depressão tropical.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.