O recém-nascido foi enterrado vivo sob uma camada de lixo, na província de Nakhon Ratchasima, no nordeste da Tailândia, mas foi encontrado por Ping Pong no mesmo dia, quarta-feira, 15 de maio.

De acordo com o dono do cão, Ping Pong escavou a terra até terem ficado expostas as pernas da criança, levando os moradores a salvarem o bebé.

"Acho que o cão encontrou o bebé logo depois de a mãe o ter enterrado", declarou à AFP o representante da polícia Panuvat Udkam, acrescentando que o recém-nascido, entretanto internado no hospital, está em bom estado de saúde.

A mãe, de 15 anos, confessou ter enterrado o seu filho e está a ser processada por tentativa de homicídio, de acordo com o The Guardian. A adolescente disse que estava com medo da reação do pai pelo facto de ter engravidado, explica o jornal britânico.

A polícia, citada pelo The Guardian, disse que a rapariga "se arrepende do que fez e que agiu por impulso e sem pensar".

Ping Pong, que é o novo herói da comunidade, tem seis anos, coxeia e apoia-se apenas em três patas, depois de ter tido um acidente, contou o seu dono à BBC, um dos jornais internacionais que partilharam a história.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.