A polícia de Manchester foi chamada a Linby Street devido à existência de um pacote suspeito. A unidade de minas e armadilhas e o exército também estiveram no local.

As autoridades informaram, através da conta do Twitter, que se tratou de um falso alarme e que a situação já se encontra normalizada.

Segundo a SIC Notícias, as operações decorreram durante cerca de uma hora.

Algumas ruas nas proximidades foram fechadas como medida de segurança mas de momento já foram reabertas.

Inicialmente a polícia informou que a chamada era proveniente de uma universidade em Trafford e não se sabia se havia alguma ligação ao ataque junto à Manchester Arena.

Na segunda-feira, Salman Abedi, um britânico de origem líbia de 22 anos, acionou uma bomba junto à Manchester Arena, onde estava a terminar um concerto da cantora norte-americana Ariana Grande.

O atentado, reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico, fez 22 mortos, além do bombista, e 64 feridos. Foi o atentado mais mortífero no Reino Unido desde que quatro bombistas suicidas mataram 52 pessoas que viajavam em autocarros e no metropolitano de Londres, em 2005.

[Notícia atualizada às 11h54]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.