A autarca da cidade de Imatra e duas jornalistas de jornais locais foram assassinadas ontem à noite à saída de um restaurante. As três mulheres foram baleadas por um atirador, tendo a polícia prendido um homem de 23 anos no local que terá sido o alegado autor dos disparos.

A polícia negou todos os rumores sobre a motivação do crime. A área à volta do restaurante Vuoksenvahti, de onde as três vítimas saíam quando foram baleadas, foi isolada com um cordão policial.

"Estavam a sair do restaurante quando foram baleadas", escreveu no site do jornal Yle a jornalista Jari Tanskanen. "Estamos destroçados".

Segundo o relato do site Yle, a polícia terá recebido um alerta à meia-noite de sábado. Os polícias encontravam-se a 300 metros do local na altura da chamada. Quando chegaram ao restaurante, depararam-se com o crime consumado, encontrando-se o atirador no parque de estacionamento em frente ao restaurante. O homem de 23 anos terá seguido as ordens policiais, sendo detido sem resistência.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.