Más notícias para quem tem um crédito à habitação. As subidas das taxas de juro têm sido constantes e as expectativas futuras apontam para ainda mais aumentos. Vaticinando esse cenário, o jornal Expresso fez as contas e aponta para que a prestação mensal suba quase 60% até julho de 2023.

"A prestação de €446 em janeiro deste ano subiu para €494 em julho e deve chegar aos €672 no arranque de 2023. Num ano, o incremento é de €226 (mais 51%). Em julho de 2023, a prestação deve atingir €707. O agravamento total, entre o início de 2022 e o verão de 2023 é de €261, o que significa uma subida de 59%", escreve o semanário, baseando-se em simulações da Deco/Proteste, para um crédito de 150 mil euros, sendo que em empréstimos mais altos, as contas apontam para subidas sempre na mesma ordem, dos 60%.

A única boa notícia, mas que virá apenas no segundo semestre do próximo ano, é o facto de os dados atuais apontarem para uma descida da taxa de juro, ainda que não o suficiente para aliviar as famílias portuguesa. "Em janeiro de 2024 a prestação ainda estará 57% acima do valor registado dois anos antes".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.