Francisco Peraboa indicou que a intenção é manter durante todo o dia no terreno os 500 operacionais e os 160 veículos para “trabalhos de consolidação” e vigilância, de forma a “evitar reacendimentos”.

Pelas 08:30 iniciaram-se os “trabalhos de consolidação e rescaldo”, de acordo com o comandante distrital

O incêndio tinha pelas 07:00 uma frente ativa, sem perigo para povoações, tendo durante a noite evoluído “favoravelmente", de acordo com Francisco Peraboa, em declarações anteriores à agência Lusa.

De acordo com o comandante operacional, durante a noite os bombeiros aproveitaram "a janela de oportunidade" e foram progredindo no terreno "conforme a meteorologia e a orografia foi permitindo"

Durante o dia de quarta-feira, o vento e a orografia do terreno - uma zona de serra com poucos acessos - dificultaram o combate às chamas, que deflagraram às 14:43, na freguesia de Sobral de São Miguel, uma das Aldeias do Xisto, e progrediu em direção à povoação anexa do Pereiro.

[Notícia atualizada às 08:50]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.