De acordo com a sondagem da Intercampus para o Correio da Manhã e Jornal de Negócios, a distância entre o PSD e PS já é de 16,2 pontos percentuais. De acordo com o barómetro, o PS tem 37,9% das intenções de voto dos portugueses, superior aos 36,34% das legislativas de 2019.

O Bloco de Esquerda e Chega continuam a disputar o terceiro lugar com cerca de 8% das intenções de voto. A CDU ocupa o quarto lugar (5,5%) e o PAN o quinto (4,8%), ultrapassando assim o Iniciativa Liberal (4,2%) que voltou a descer nas sondagens, tal como o CDS que continua a cair (2,9%), estando apenas acima do Livre (1,3%) – que apresenta maior intenção de voto do que o registado em 2019.

Na avaliação dos líderes partidários, António Costa lidera, mantendo a classificação de 3,3, e Rui Rio desce, para os 2,8. No que diz respeito aos ministros do atual Governo, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, foi considerado “o pior ministro” por 27% dos inquiridos. Já a ministra da Saúde, Marta Temido, foi considerada “a melhor” por 25,6% dos inquiridos.

A sondagem em questão visou 610 entrevistas, recolhidas entre 5 e 11 de maio. O erro máximo de amostragem do estudo, para um intervalo de confiança de 95%, é de ± 4,0%.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.