Num comunicado enviado à Lusa com resultados finais da operação, a Polícia de Segurança Pública destaca “a ausência de ocorrências nas zonas urbanas envolvendo peregrinos e respetivos veículos de apoio”.

No âmbito da operação “Peregrinação a Fátima 2022”, a PSP reforçou a presença policial nas vias rodoviárias urbanas com o objetivo de contribuir para o aumento da segurança rodoviária e dos peregrinos, tendo a fiscalização incidido nestas vias essencialmente no controlo da velocidade de circulação automóvel.

A PSP realizou também sessões de informação junto dos peregrinos para explicar a importância da adoção sistemática e voluntária de comportamentos de segurança rodoviária, como medidas de autoproteção no contexto da deslocação a pé de grupos com ou sem apoio de veículos.

A PSP indica que realizou, entre 04 e 15 de maio, 693 operações de segurança rodoviária, tendo sido fiscalizados 24.073 condutores e controladas 97.754 viaturas por radar, 2.111 das quais estavam em excesso de velocidade.

No âmbito da operação, esta força de segurança realizou 6.456 testes de alcoolemia, estando 444 automobilistas a conduzir com excesso de álcool, 200 dos quais com uma taxa que constitui crime.

A PSP detetou ainda 228 condutores a usarem o telemóvel durante a condução e registou 1.597 acidentes de viação, que provocaram quatro mortos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.