Em declarações à Lusa, fonte do gabinete da imprensa da PSP do Porto avisou que ao longo da semana e no próximo fim-de-semana, as medidas policiais de segurança no queimódromo do Porto, junto à Circunvalação, vão manter-se como tinha sido “concertado com a Federação Académica do Porto (FAP).

“A PSP e a FAP entenderam que tinham de se tomar medidas de segurança adequadas, designadamente de determinados objetos, como artefactos pirotécnicos e paus de bandeira e isso não podia entrar no queimódromo”.

Segundo a fonte da PSP, no sábado, quando se registaram os festejos da vitória do FC Porto na Avenida dos Aliados, houve a preocupação com as “questões da segurança”, com a “mudança de massas dos Aliados para o queimódromo”.

No domingo, as preocupações repetiram-se e vão manter-se até ao final da Queima das Fitas do Porto, no dia 12 de maio, avança a PSP, reconhecendo que aquela polícia não vai permitir que objetos que “possam oferecer riscos”, entrem no recinto.

“Em determinados momentos podem ter que ser tomadas novamente medidas adequadas à garantia de segurança e conforto de todos, porque pretende-se que haja festa com civismo e urbanidade de todos”, conclui a PSP, através do gabinete de imprensa.

Milhares de estudantes participam hoje à tarde no tradicional cortejo da Queima das Fitas do Porto, cujo percurso começa na Cordoaria e vai até aos Aliados, onde está montada a Tribuna junto ao edifício da Câmara do Porto.

O orçamento da Queima das Fitas 2018 do Porto ronda entre um e dois milhões de euros, mas este ano houve um reforço de “alguns milhares de euros”, porque a FAP quis apostar numa “visão de sustentabilidade”, com preocupações ambientais e “uma visão para a juventude”, explicou à Lusa o presidente da FAP.

Para além do cortejo dos alunos pelas ruas da cidade do Porto, hoje também vai ser o dia para os músicos Quim Barreiros e Rosinha atuarem no palco do queimódromo.

Jay Hardway, Headhunterz (10 de maio), Valas, Xutos e Pontapés (11 de maio) e Wet Beg Gang e Dizzee Rasca (12 de maio), encerram a programação musical do evento dos estudantes do Porto.

O preço do passe geral é de 56 euros e os ingressos diários variam entre oito e os 12,5 euros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.