Em comunicado de hoje, a Câmara do Porto refere ser necessário efetuar condicionamentos de trânsito e de estacionamento entre os dias 01 e 03 de setembro devido à realização da prova e por “razões de segurança”.

Assim, no dia 01 de setembro, entre as 08:00 e as 20:00, o trânsito será cortado, exceto para transportes públicos pesados, na alameda Basílio Teles, entre a rua de D. Pedro V e a rua da Restauração, sendo que nesta artéria não se poderá circular no troço compreendido entre a alameda Basílio Teles e a rua de Alberto Aires de Gouveia.

Está também previsto o corte de trânsito no viaduto do Cais das Pedras, rua de Monchique, rua Nova da Alfândega, rua do Infante D. Henrique, rua de Mouzinho da Silveira, Túnel da Ribeira, rua da Ribeira Negra, ponte Luiz I - onde será também proibida a circulação de peões – e em toda a zona da Ribeira, delimitada pela rua do Infante D. Henrique, Túnel da Ribeira e rua da Ribeira Negra, bem como na avenida Gustavo Eiffel e avenida Paiva Couceiro.

Para o fim de semana, dias em que vai decorrer a prova de aviões de acrobacia sobre o Douro num percurso delineado entre as pontes Luiz I e Arrábida, os condicionamentos abrangem ainda mais artérias.

A autarquia adianta que, entre as 08:00 e as 20:00, será haverá corte de trânsito na marginal ribeirinha, desde a zona do Fluvial até ao Freixo.

“A ponte Luiz I estará cortada ao trânsito, sendo também proibida a circulação de peões entre os dias 01 e 03 de setembro”, acrescenta a câmara.

Todos os cortes de trânsito “serão assegurados pela polícia” e “serão ainda efetuados pré-cortes de trânsito que obrigam a constrangimentos nos arruamentos circundantes à zona condicionada”, que abrange o Campo Alegre, o Palácio de Cristal, os Aliados, as zonas de Miragaia, da Ribeira e da Sé, estendendo-se até à ponte do Infante.

A câmara salienta que “toda a zona do Centro Histórico estará condicionada ao trânsito, com eventuais cortes que poderão ser reduzidos ou alargados conforme as condições de segurança o determinarem no momento, sob decisão da Polícia”.

O estacionamento será também proibido na rotunda da Boavista, praça da República e na rua de Alberto Aires de Gouveia.

Esta etapa da Red Bull Air Race no Porto arrancará no dia 01, com treinos livres, sendo que no dia seguinte terão lugar as qualificações e no domingo as rondas da competição.

A autarquia lembra ainda que “o público pode acompanhar toda a ação nas margens de ambas as cidades, em vastas áreas de acesso livre, onde serão montados ecrãs gigantes”, e que os espetadores com mobilidade reduzida poderão acompanhar a prova na Casa do Roseiral, numa área reservada para o efeito.

À margem da prova, estão previstos “outros momentos relacionados com a aviação e a arte de voar que vão decorrer durante toda a semana que precede o evento”.

O presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, já disse que são esperadas 600 mil pessoas naquela cidade e 400 mil no Porto, por dia.

Além do traçado no rio, a iniciativa contará com um aeroporto temporário para a corrida no Parque da Cidade, que estará aberto não público em períodos específicos, para que seja possível ver de perto os aviões e conhecer os pilotos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.