“Graças ao sangue dos nossos mártires e aos sacrifícios das nossas valorosas forças armadas e ainda das forças suplementares e aliados (…) o comando geral das forças armadas anuncia o regresso da segurança a Alepo após a sua libertação do terrorismo e dos terroristas e a retirada dos que ainda permaneciam”, anunciou um comunicado militar.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.