“Nunca escondi a minha paixão pelo carnaval e a visão clara que tenho da importância económica dessa manifestação cultural para a nossa cidade. No entanto, parece-se sem qualquer sentido imaginar a esta altura que teremos condições de realizar o carnaval em julho”, escreveu o prefeito, Eduardo Paes, na rede social Twitter.

“Essa celebração exige uma grande preparação por parte dos órgãos públicos e das agremiações e instituições ligadas ao samba. Algo impossível de se fazer nesse momento. Dessa forma, gostaria de informar que não teremos carnaval no meio do ano em 2021″, anunciou o autarca.

Eduardo Paes confirmou que as celebrações carnavalescas na “cidade maravilhosa” não ocorrerão este ano, mas “certamente em 2022″.

“Certamente em 2022 poderemos (todos devidamente vacinados) celebrar a vida e a nossa cultura com toda a intensidade que merecemos. Já determinei que a Riotur [empresa de turismo do município] e a secretaria municipal de cultura trabalhem na preparação de editais a fim de permitir que os fazedores dessa grande festa e celebração cultural tenham alguma forma de sustento ao longo de 2021″, informou ainda o autarca.

A pandemia da covid-19 no Brasil, país que enfrenta uma segunda vaga da doença, fez os carnavais deste ano serem adiados ou cancelados em todo o país sul-americano.

Em fevereiro, mês em que habitualmente se celebra o carnaval, a festa não acontecerá em Belo Horizonte, Florianópolis, São Paulo, Salvador, Recife e Rio de Janeiro, cidades que ainda avaliavam transferir a folia para outra datas.

Em setembro do ano passado, a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) do Rio de Janeiro e os presidentes das agremiações decidiram não realizar o tradicional desfile em fevereiro deste ano.

Dessa forma, julho era o mês mais especulado para que a festa ocorresse, e foi a ocasião indicada pela Liesa para os festejos, num plenário realizado em novembro último, frisando que tudo dependeria do agravamento da pandemia e do cenário da imunização contra a covid-19 no país.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.