De acordo com o comandante dos Bombeiros da Cruz Branca, Orlando Matos, o incêndio ocorreu ao princípio da tarde, quando a locatária do apartamento estava ausente.

As primeiras impressões dos operacionais chamados ao local foram as de que os felinos poderiam ter morrido na sequência do incêndio, mas confirmou-se posteriormente, por informações dadas pela locatária e pela filha, que todos tinham escapado com vida, disse a fonte à agência Lusa.

Orlando Matos disse que o incêndio terá tido origem num esquentador e ficou circunscrito à zona da lavandaria.

Para o local, foram enviados 12 operacionais, apoiados por cinco viaturas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.