Fonte do gabinete de comunicação do CHUC afirmou que o doente está “em vigilância” na unidade de cuidados intermédios e “mantém evolução favorável”.

O homem tinha sido transferido, ao final da manhã, do Hospital Distrital da Figueira da Foz (HDFF) para Coimbra, devido a um “ligeiro agravamento” do seu estado de saúde, um quadro de insuficiência respiratória.

O único sobrevivente da embarcação Severino, uma lancha utilizada para a pesca lúdica, com cerca de sete metros de comprimento, deu o alerta para o naufrágio pelas 07:00 de hoje, depois de ter nadado mais de mil metros até conseguir chegar à praia do Hospital, a sul da barra da Figueira da Foz, disseram fontes piscatórias e portuárias.

Acrescentaram que o naufrágio aconteceu após a lancha ter saído da barra da Figueira da Foz – que se encontrava aberta a toda a navegação - e rumado a sul, numa altura em que existia “nevoeiro e alguma ondulação”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.