"Os votos do PSOE que recebemos ontem (domingo) são votos para mudar Rajoy, para mudar as políticas injustas, ineficazes, antissociais do PP", afirmou César Luena, do PSOE, à rádio Cadena Ser. "Não vamos apoiar Rajoy nem por ação nem por omissão", destacou o número dois dos socialistas.

O PP revelou-se a principal força política das eleições de domingo, com 33% dos votos. Mas o porta-voz da bancada parlamentar socialista, Antonio Hernández, aligeirou a postura do partido. "Eu não vejo a possibilidade de uma grande coligação, nem da abstenção, mas o PSOE tem de fazer a sua reflexão", declarou. Os socialistas reconhecem que corresponde a Rajoy a iniciativa para tentar formar um governo, disse Luena.

As legislativas de domingo terminaram com a vitória do PP, mas sem a maioria necessária para conseguir uma maioria absoluta, o que obriga os conservadores a procurar alianças.

Ao ser questionado sobre uma abstenção numa eventual votação de posse, Luena afirmou: "É algo que se verá no momento, mas a intenção do PSOE é mudar Rajoy".

Os espanhóis compareceram às urnas no domingo pela segunda vez em seis meses, perante a impossibilidade dos partidos de formar uma coligação de governo depois das legislativas de dezembro.

Mas os resultados pouco mudaram e o Parlamento voltou a ficar fragmentado entre quatro grandes forças: PP, PSOE, Podemos e Ciudadanos.

César Luena admitiu que os socialistas, que perderam 120.000 votos no domingo e cinco lugares no Parlamento, em relação a dezembro, não estão satisfeitos com os resultados. O socialista destacou, no entanto, que o PSOE continua a ser "a primeira força de esquerda" no país, à frente do Podemos, de Pablo Iglesias, que não conseguiu superar os socialistas, apesar das previsões das sondagens.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.