O autointitulado cobrador de energia elétrica, de 55 anos, “procedia à abordagem de cidadãos idosos e, sob o pretexto de algumas das faturas de consumo elétrico se encontrarem vencidas, para evitar o corte imediato de fornecimento de luz, coagia-as a procederem ao pagamento subsequente das mesmas”, relata a PSP.

“Se astuciosamente não lograva a obtenção das quantias monetárias, procedia à subtração de bens ou valores das vítimas, algumas das vezes recorrendo à violência”, acrescenta a polícia, em comunicado.

Segundo a polícia, o suspeito já estava referenciado pela prática de 12 crimes de burla agravada, dois de roubo e dois de furto qualificado, todos eles praticados na Área Metropolitana do Porto.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.