O porta-voz da presidência, Sediq Seddiqi, acrescentou que as forças de segurança afegãs estão a repelir o ataque em algumas zonas da cidade, uma encruzilhada estratégica com fácil acesso a grande parte do norte do Afeganistão, bem como à capital, Cabul.

O ataque acontece quando prosseguem no Qatar as negociações entre talibãs e o enviado dos EUA para o processo de paz no Afeganistão. Ambos os lados assinalaram, nas últimas semanas, que estão perto de um acordo.

Kunduz caiu nas mãos dos talibãs em 2015 e, desde então, foi várias vezes atacada.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.