Segundo a contagem feita pela agência Lusa, foram canceladas 20 chegadas e 14 partidas no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, sobretudo de voos de e para o Porto, regiões autónomas, cidades europeias e também Marraquexe (Marrocos) e Rio de Janeiro (Brasil).

Já em relação ao Porto, houve 12 chegadas canceladas e sete partidas que não se efetuaram, sobretudo em relação a Lisboa, Madeira e cidades europeias.

Em declarações à Lusa, o coordenador do Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (Sitava), Fernando Henriques, informou hoje que no fim de semana a transportadora aérea teve “mais de 70 cancelamentos”.

“Só no domingo estamos a falar de 40, ou seja, 10% da operação cancelada”, garantiu.

Aos passageiros com voos cancelados e atrasados, segundo vários testemunhos recolhidos, as perturbações ficaram a dever-se a “falta de tripulação”.

No Facebook da transportadora multiplicam-se as queixas de passageiros descontentes, com a empresa a lamentar a situação e a solicitar o código da sua reserva ou do bilhete eletrónico.

“Lamentamos desde já que o nosso serviço não tenha ido ao encontro das suas expectativas e informamos que as suas observações foram tidas em total consideração e remetidas ao departamento responsável”, é outra das respostas dadas pela TAP.

Questionada pela Lusa, a empresa escusou-se a fazer comentários às perturbações na operação.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.