Imagens de satélite tiradas depois do terramoto de magnitude 7,8 na escala de Richter levaram os cientistas a sugerir que o monte Evereste podia ter perdido até 2,5 centímetros dos seus 8.848 metros.

A expedição, anunciada pelo diretor do principal organismo geográfico da Índia, vai partir dentro de dois meses e os cinco cientistas que a integram vão passar cerca de um mês na montanha mais alta do mundo.

"Já passaram dois anos sobre o terramoto e a comunidade científica tem a certeza de que [o monte Evereste] encolheu", afirmou Swarna Subba Rao à agência indiana PTI.

Os cientistas acreditam também que o pior sismo a afetar o Nepal em 80 anos fez deslocar a capital do país, Katmandu, vários metros para sul.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.