Os homens estavam desaparecidos no arquipélago da Micronésia há quase três dias, quando o seu pedido de socorro foi avistado no domingo na ilha desabitada de Pikelot por aviões australianos e norte-americanos, informou o departamento de defesa australiano.

Os homens tinham aparentemente partido de Pulawat, nos Estados Federados da Micronésia, num barco de sete metros, a 30 de julho, e tinham a intenção de viajar cerca de 43 quilómetros (27 milhas) até ao atol de Pulap, quando saíram da rota e ficaram sem combustível.

Os três tripulantes foram encontrados a cerca de 190 quilómetros (118 milhas) de onde tinham partido.

Os homens foram encontrados bem de saúde, tendo um helicóptero militar australiano conseguido aterrar na praia e dar-lhes comida e água. Um navio patrulha micronésio foi em seguida resgatá-los.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.