À margem do Fórum Económico Mundial, que decorre em Davos, na Suíça, e após uma reunião bilateral com a presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, Trump anunciou que está a discutir um “bom acordo comercial” com a comunidade europeia, naquela que foi a primeira reunião formal entre os dois líderes.

Num comunicado, a Casa Branca disse que espera um “processo tangível” muito em breve.

Por seu lado, Von der Leyen disse estar convencida de que será possível estabelecer, “com os bons amigos americanos”, uma agenda positiva no setor do comércio, bem como nos setores tecnológico e energético.

Os Estados Unidos assinaram na passada semana um acordo comercial parcial com a China, para tentar colocar fim a um conflito que dura há quase dois anos, mas as relações comerciais com a Europa permanecem em suspenso, especialmente desde que Trump ameaçou novas taxas para a importação de carros europeus, o que preocupa particularmente a Alemanha.

Hoje, o Presidente dos EUA disse que está a pensar “muito seriamente” decretar as tarifas sobre importações automóveis, se o acordo comercial transatlântico não se efetivar em breve.

“Esperamos chegar a um acordo”, disse Trump, acrescentando que, se os europeus “forem justos, não haverá problemas”.

Nesse sentido, os EUA e a França acordaram hoje evitar qualquer escalada no conflito comercial entre os dois países, que se iniciou no momento em que Paris decidiu tributar as grandes empresas de tecnologia informática com sede nos Estados Unidos.

Os Estados Unidos retaliaram com tarifas adicionais, incluindo sobre bens agrícolas, num gesto que arrastou toda a União Europeia para o conflito.

O Presidente norte-americano também anunciou hoje que está a discutir um acordo comercial com a Suíça, que não é membro da União Europeia, dizendo que a iniciativa tinha partido de Berna, após um encontro com a líder da Confederação Suíça, Simonetta Sommaruga.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.