Donald Trump anunciou esta quarta-feira, através da sua conta pessoal na rede social Twitter, que vai investigar as suspeitas de fraude eleitoral que levantou ontem numa encontro com os líderes do Congresso americano.

Segundo o novo Presidente dos EUA, tal incluirá averiguar o número de votos de pessoas registadas em dois Estados, dos emigrantes ilegais e daqueles que, mesmo estando, registados já faleceram.

"Dependendo dos resultados, vamos reforçar os procedimentos de votação!", disse Trump dobre os eventuais dados que serão obtidos através da investigação.

Donald Trump venceu as eleições presidenciais americanas de 8 de novembro.

De acordo com o escrutínio universal indireto, o republicano venceu com 304 grandes eleitores contra 227 para Hillary Clinton, num total de 538 (os restantes elementos do colégio eleitoral votaram noutros candidatos) para os 50 estados norte-americanos e a capital Washington. Contudo, no chamado "voto popular" (ou seja, se contabilizarmos os votos da população ao invés dos grandes eleitores), Clinton recolheu mais dois milhões de votos que Donald Trump.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.