“O inquérito confiado ao Serviço de Investigação Judiciária das Finanças (SEJF, na sigla em francês) permitiu estabelecer uma ligação entre esta descoberta e uma rede criminosa organizada de branqueamento do produto de várias infrações”, especificou o comunicado do ministério.

Hoje, pouco antes das 10:00 locais (09:00, em Lisboa), na zona sul de Boulou, na autoestrada que ruma a Espanha, os funcionários da alfândega de Perthus (Pirenéus Ocidentais) fiscalizaram uma carrinha com matrícula alemã.

Graças a um cão treinado para farejar estupefacientes, descobriram uma parede dupla na qual o dinheiro e os carregadores estavam escondidos.

O motorista da carrinha foi colocado “em prisão preventiva enquanto aguarda a comparência [no tribunal] marcada para 03 de maio”, esclarece a nota, que não especifica a nacionalidade do condutor.

O ministro delegado responsável pelas Contas Públicas, Olivier Dussopt, felicitou a operação, recordando que, em 2020, “os funcionários aduaneiros franceses intercetaram 59,5 milhões de euros por violação da obrigação declarativa e lavagem de dinheiro”.

Em novembro de 2020, 1,4 toneladas de canábis foram apreendidas pelos funcionários da alfândega de Perhus, na fronteira franco-espanhola.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.