Os três milhões de euros vão permitir abrir cerca de 70 novos concursos, sendo que a maioria vai abrir no início de 2017, disse João Gabriel Silva, sublinhando que, com esta medida, a Universidade de Coimbra (UC) mais do que duplica o ritmo de abertura de concursos.

“[Os concursos] nunca fecharam por completo, mas eram menos do que as saídas. Agora, vamos equilibrar com as saídas e até recuperar um bocadinho”, constatou o reitor da UC, salientando que a contratação de novos professores vai permitir a renovação “tão necessária” do corpo docente da instituição.

As faculdades “vão definir exatamente os concursos para as áreas em que querem abrir”, afirmou, aclarando que a grande maioria será para novas entradas na carreira, havendo também “concursos para professor associado e catedrático”.

Cerca de 80% dos concursos vão abrir no início de 2017, sendo que já há alguns “em curso e outros decididos”, informou, acrescentando que ainda estão por aplicar cerca de 2,5 milhões dos três milhões de euros disponibilizados.

A abertura de novos concursos foi possível “pelas receitas adicionais que a universidade tem conseguido”, nomeadamente através da atração de estudantes internacionais, turismo e a atividade desenvolvida em projetos com empresas e entidades europeias e nacionais, explanou João Gabriel Silva.

“O acréscimo de receita permite começar muito mais cedo a contratação das pessoas que iriam substituir quem se iria aposentar”, frisou.

De acordo com o reitor, os novos concursos já vão ser realizados ao abrigo do novo regulamento de contratações definido pela UC, que “coloca os patamares bem mais altos”.

Numa universidade que “se quer global e internacional”, ninguém “pode ser contratado se não mostrar ter qualidade de nível internacional”.

“Só iremos contratar pessoas com qualidade e capacidade de trabalho que lhes permita ganhar relevância internacional. Se assim não for, nem que o concurso tenha 20 candidatos, fica vazio”, asseverou João Gabriel Silva.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.