O governo italiano está a iniciar um processo em tribunal contra a Eslovénia, numa tentativa de defender a autenticidade do seu famoso vinagre balsâmico, geograficamente protegido, conta o The Guardian.

As relações entre os dois países tornaram-se "azedas" no ano passado, quando a Eslovénia notificou a Comissão Europeia dos seus planos de "normalizar" a sua produção de vinagre, procurando essencialmente comercializar qualquer vinagre de vinho misturado com sumo de fruta concentrado ou mosto como "vinagre balsâmico".

Contudo, o termo "aceto balsamico di Modena" [vinagre balsâmico de Modena] está em vigor desde 2009 e só pode ser utilizado por produtores em Modena e na região de Emilia-Romagna. Por isso, Itália considera a mudança da Eslovénia uma ameaça à tradição da excelência do seu vinagre balsâmico de Modena.

A batalha do vinagre balsâmico tornou-se uma prioridade para o governo liderado pelo primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, que deu luz verde para que o procurador do estado desse início aos procedimentos legais. O primeiro passo exige uma consulta à Comissão Europeia antes de, se necessário, levar o caso ao Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE).

"Após meses de espera e de preocupação, vemos finalmente um lampejo de luz", disse Mariangela Grosoli, presidente do consórcio para a proteção do vinagre balsâmico de Modena.

O ministro italiano da Agricultura, Stefano Patuanelli, disse no ano passado que a proteção do vinho e dos alimentos italianos era uma prioridade e que o governo tudo faria para defender os produtos do país de "ataques ilícitos".

No entanto, resta saber até que ponto a ação contra a Eslovénia será bem sucedida. Em 2019, os produtores italianos de vinagre balsâmico perderam um desafio legal para impedir uma empresa alemã de utilizar os nomes "aceto" ou "aceto balsamico" para comercializar os seus produtos de vinagre. A empresa alemã tinha vindo a rotular os seus produtos com os termos balsâmico e Deutscher balsamico [balsâmico alemão].

Mas, na altura, o TJUE determinou que o nome "vinagre" é comum e que "balsâmico" é um adjectivo comummente utilizado como referência a um vinagre com um sabor agridoce. Portanto, embora a marca "aceto balsamico di Modena" só possa ser utilizada por produtores dentro de uma área geográfica específica, não havia tais restrições apenas para um qualquer vinagre balsâmico.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.