A mesma fonte acrescentou que o agendamento da visita do chefe do Governo português está apenas dependente de questões de agenda de ambas as partes.

No início deste mês, o ministro das Relações Exteriores de Angola, Manuel Augusto, disse, em Bruxelas, que estava a trabalhar diretamente com o seu homólogo português, Augusto Santos Silva, para que o programa da deslocação de António Costa a Angola “esteja à altura dessa visita”.

Na altura, o chefe da diplomacia angolana comentou que a visita do primeiro-ministro português a Luanda “já poderia ter tido lugar antes” se não fosse o processo judicial em Portugal envolvendo ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente.

Contudo, sublinhou, resolvida que está essa questão, com a transferência do processo para a Justiça angolana, “agora o mais importante” é trabalhar em conjunto para repor a normalidade nas relações luso-angolanas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.