“Dadas as preocupações com o atual risco de violência, removemos novo conteúdo posto ‘online’ no canal de Donald J. Trump, por violar as nossas políticas”, explicou em comunicado a plataforma, sem dar mais informações sobre o vídeo eliminado.

O canal do ainda Presidente dos Estados Unidos, alvo de um processo de destituição após a invasão do Capitólio pelos seus apoiantes, está agora suspenso “durante pelo menos sete dias”, ao abrigo dos termos de utilização, acrescentou o Youtube.

Na semana passada, o Facebook suspendeu as contas de Donald Trump naquela rede social e no Instagram, após as cenas de violência no Capitólio, em 06 de janeiro, quando decorria uma sessão conjunta do Congresso para certificar a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais de 03 de novembro.

O Twitter foi mais longe, tendo eliminado definitivamente a conta do multimilionário republicano, alegando risco de violência durante a cerimónia de tomada de posse de Biden, em 20 de janeiro, e privando-o assim da sua plataforma preferida.

Outras redes sociais, como Snapchat e Twitch, também suspenderam a conta do Presidente cessante.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.