“Toda a população deve parar como o que está a fazer e dirigir-se à residência privada do chefe de Estado para que Robert Mugabe abandone o poder imediatamente”, disse à France Presse, Chris Mutsvangwa, o líder dos antigos combatentes da guerra de libertação.

“Os manifestantes devem mobilizar-se de imediato”, acrescentou Mutsvangwa.

Robert Mugabe está no poder desde a independência do Zimbabué, em 1980, e era apresentado como o candidato da ZANU-PF às eleições presidenciais de 2018.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.