Em conferência de imprensa realizada na sede do Sindicato dos Jogadores, em Lisboa, e na qual o jogador esteve acompanhado por todo o plantel do Belenenses, Abel Camará revelou que sentiu a sua integridade física e da sua esposa grávida em perigo.

Os factos ocorreram após a partida do último domingo, no Restelo, dia em que os ‘azuis’ de Belém perderam em casa por 2-1 com o Paços de Ferreira, tendo somado a sétima derrota consecutiva na I Liga, pelo que o clube ocupa o 13.º lugar da classificação, com 32 pontos.

"Alguns adeptos têm-me usado como patinho feio da equipa, o que não é justo. Estou há oito anos no Belenenses e tenho dado tudo pelo clube. Agradeço ao grupo de trabalho estar aqui a apoiar-me", salientou o avançado dos ‘azuis’ do Restelo.

Abel Camará adiantou ainda que já foi alvo, anteriormente, de outras provocações e insultos racistas e lamentou a indiferença revelada por Patrick Morais de Carvalho, presidente do clube.

"Esse senhor, até hoje, nunca veio ao nosso balneário falar com o plantel. E não pode dizer que não aconteceu nada de grave, porque não estava presente no local quando fui insultado pelos adeptos. Só não aconteceu nada de grave porque alguns companheiros e amigos ajudaram a resolver a situação", referiu.

Tiago Caeiro foi um dos colegas do plantel que marcou presença ao lado de Abel Camará num gesto de solidariedade.

"Estamos aqui todos para demonstrar o nosso apoio ao Abel. Ninguém como ele dá tudo pelo clube. Apelo a todos os adeptos para que este tipo de situações não volte a acontecer", pediu Tiago Caeiro.

Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato dos Jogadores, alertou para o facto de ter de existir “tolerância zero contra os insultos racistas e xenófobos”.

“Condutas desta natureza devem ser severamente punidas. E apelo aos agentes da autoridade que identifiquem logo, no local, os autores destas provocações”, disse Joaquim Evangelista.

Evangelista lamentou ainda "que meia dúzia de imbecis possam colocar em causa um clube histórico como o Belenenses”.

“Levaremos este caso até às últimas consequências, pois o Abel Camará é um cidadão exemplar e um ser humano fantástico", concluiu.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.